fbpx
Menu

Exercício físico na 3ª idade faz bem? Conheça seis benefícios!

23 agosto de 2019

Sim! A prática de exercícios físicos sempre traz benefícios à saúde! Ainda mais, se você tiver idade acima de 60 anos. Nesse caso, fazer uma caminhada, nadar e até dançar farão com que você envelheça feliz e com qualidade de vida. E mais: você terá menos chance de desenvolver doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e também doenças degenerativas como o mal de Alzheimer e Parkinson. Esta não é apenas uma dica, mas sim, uma recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde), que diz: a prática de atividades físicas leves e moderadas pode retardar o declínio físico e mental, além de evitar desordens como depressão e demência. E os benefícios vão mais além! Quer saber mais? Confira mais seis deles, saia do sofá e “bora” se exercitar!

1) Ossos mais fortes!

Quando falamos em exercícios e atividade física logo pensamos no fortalecimento dos músculos. No entanto, fazer exercícios também deixará seus ossos mais fortes! Isso pode combater doenças como osteoporose, que é muito frequente em idosos, principalmente nas mulheres. Quando você faz uma atividade física ou de impacto, seus ossos são estimulados e com isso suas células são renovadas com mais frequência. Dessa forma, os ossos ficarão mais resistentes e menos suscetíveis a fraturas em casos de quedas.

2) Adeus, depressão!

Quem se exercita tem menos chance de ter depressão. Isso porque atividades físicas estimulam a produção de serotonina e adrenalina e aumentam a sensibilidade do organismo a esses neurotransmissores. Todo esse processo causa sensação de bem-estar, o que irá afastar e combater a depressão. Outro fator importante é que, ao fazer atividades físicas, o idoso sairá do isolamento e terá maior interação social, desenvolvendo assim mais amizades e se relacionando com outras pessoas e parceiros.

3) Sistema imunológico reforçado!

Fazer exercícios deixará seu sistema imunológico bem fortalecido. Isso porque, quando você pratica exercícios, há um aumento na produção de linfócitos, que são as células de defesa do corpo. Um dos maiores benefícios é que o idoso terá menos propensão de desenvolver doenças infecciosas, como a pneumonia, por exemplo.

4) Maior expectativa de vida!

Sim. Idosos que praticam atividades físicas poderão viver até cinco anos a mais. Isso é o que diz pesquisa realizada em 2016 pela Universidade de Oslo e publicada no Journal of Sports Medicine. O estudo constatou que pessoas com mais de 60 anos que se exercitam com frequência apresentam um sistema cardiorrespiratório mais saudável, com os pulmões e o coração funcionando melhor. Além disso, há aumento da imunidade, os músculos ficam mais resistentes e alongados e os ossos mais fortes, como já dissemos.

5) Menos chances de diabetes e hipertensão!

Exercícios evitam o aparecimento de doenças não transmissíveis como diabetes e hipertensão. O que explica isso é que o idoso ativo tem o coração mais forte e, dessa maneira, consegue regular melhor a pressão arterial. Em alguns casos, as atividades físicas podem até substituir o uso de medicamentos. Muito melhor fazer uma caminhada pela manhã do que tomar remédio, não é?

6) Melhor desempenho da memória!

É comum que com mais de 60 anos, você passe por problemas de memória e esquecimentos de nomes, palavras ou objetos. Esses episódios podem ser chamados de comprometimento cognitivo leve, que é o estágio intermediário entre o declínio cognitivo antecipado na velhice e a deterioração mais grave da demência. De acordo com a Academia Americana de Neurologia, as atividades físicas e os exercícios cognitivos, como jogos lúdicos, podem combater esse comprometimento cognitivo leve e são armas contra os problemas de memória. Um estudo publicado na revista Neurology, em dezembro de 2017, mostrou que quem faz exercícios físicos duas vezes por semana tem menos chance de desenvolver o comprometimento cognitivo leve.