fbpx
Menu
o-que-acontece-com-meu-corpo-ao-cortar-o-acucar-saiba-mais

O que acontece com meu corpo ao cortar o açúcar? Saiba mais!

14 dezembro de 2018

O que dizer do açúcar? Delícias como um bom doce de leite ou um chocolate são quase “drogas” que ajudam a nos deixar mais felizes, pois essas guloseimas possuem alto teor de dopamina, hormônio responsável por controlar o humor.

No entanto, como tudo em excesso faz mal, com o açúcar não seria diferente. Além de aumentar o peso, o açúcar traz outros problemas de saúde, como diabetes, gastrite, colesterol alto, dentre outras enfermidades. O consumo de açúcar no Brasil, por exemplo, é tão elevado que ultrapassa o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Brasileiros gostam tanto de açúcar que consomem 18 colheres de chá do produto, por dia, quando o indicado é usar 12.

Isso não é um alerta para você cortar o açúcar definitivamente da dieta, ok? Basta apenas diminuir o consumo e cortar ao menos o açúcar do cafezinho diário ou do suco na hora do almoço ou jantar. No entanto, a tarefa pode ser um pouco dolorosa. O jejum inesperado poderá trazer alguns sintomas indesejáveis no começo. Mas, depois de um tempo, você será recompensado com inúmeros benefícios para sua saúde.

Vamos logo conferir quais são os sintomas indesejáveis?

Comer um chocolate ou mesmo um delicioso panetone nos dá muito prazer, não é? Essa euforia e bem-estar fazem com que o cérebro libere uma substância chamada dopamina. O que acontece, é claro, é que estaremos sempre em busca de prazer e, ao pararmos de repente de comer aquele doce fora de hora, iremos sentir algumas sensações ruins, como se fôssemos privados de uma droga.

Um estudo publicado por cientistas da Universidade de Queensland, na Austrália, reforça essa tese e explica que pessoas viciadas em açúcar, na verdade, deveriam ser tratadas como viciados em cocaína. Isso porque o consumo excessivo de açúcar aumenta os níveis de dopamina. Só que o uso prolongado, na verdade, reduz essa substância do corpo, fazendo com que a pessoa tenha uma necessidade extrema de comer açúcar para alcançar os níveis de dopamina anteriores. O mesmo processo acontece com quem consume cocaína.

Por isso, listamos aqui alguns desses sintomas, parecidos mesmo com abstinência de uma droga:

- Cansaço;

- Insônia;

- Vontade de comer alimentos ricos em carboidratos, como massas;

- Falta de fome;

- Ansiedade e irritação sem motivos;

- Dor de cabeça.

Decidi cortar o açúcar. Terei benefícios?

Terá, sim. Como dito antes, não é preciso abandonar o açúcar de vez da dieta. Mas, se conseguir diminuir, você poderá notar vários benefícios para sua saúde. Como o açúcar tem apenas valor energético, não precisa ficar preocupado em sofrer com carência em nutrientes, pois você pode obtê-los comendo cereais e uma maçã, goiaba, manga, ou qualquer outra fruta. Muito mais saudável, não é?

Trouxemos uma pequena lista para você repensar bem sobre o consumo excessivo de açúcar. E os benefícios não são poucos. Confira nove deles:

1) Redução de calorias e emagrecimento;

2) Mais disposição para atividades físicas;

3) Pele mais jovem;

4) Humor mais estável;

5) Fortalecimento do sistema imunológico;

6) Menos chance de ter diabetes;

7) Menor risco de cáries;

8) Fígado mais saudável;

9) Menor risco de derrames e entupimento de artérias.

Mude sua dieta

Não se desespere ao cortar o açúcar da dieta. Você pode optar por adoçar os bolos, doces e sucos com estévia – substância extraída de uma planta de origem da Serra do Amabay, que fica na fronteira do Brasil com o Paraguai. A estévia pode ter um sabor um pouco amargo, mas traz,dentre outros benefícios: custo baixo, controle da pressão arterial e redução dos níveis de glicose no sangue. Além disso, o mel orgânico pode também ser uma alternativa barata e saudável. Porém, atente-se a comprar sempre mel de boa qualidade e que não tenha mistura com açúcares.