fbpx
Menu

Por que idosos sofrem mais infarto no inverno? Saiba mais!

26 julho de 2019

O inverno é muito bom para tomar chocolate quente ou saborear um fondue e assistir a um bom filme em casa, debaixo das cobertas! Não é? Mas, infelizmente, temperaturas muito baixas podem causar transtornos, como, por exemplo, aumentar o risco de ocorrências de gripe, resfriado, doenças cardiovasculares e até infarto e AVC (Acidente Vascular Cerebral). Para se ter uma ideia, o risco de infarto no inverno, em geral, aumenta em 30% e de AVC, 20%. E, é claro, pessoas idosas são mais vulneráveis e mais suscetíveis a ter um infarto, pois estão mais propensas a infecções respiratórias, dentre outras complicações.

Mas, por que isso acontece?

Pessoas idosas estão mais sujeitas a ter aumento da pressão arterial e transtornos de coagulação sanguínea, além de serem mais vulneráveis a contrair doenças e infecções típicas do frio, que podem se configurar como fatores de risco desencadeantes de eventos cardiovasculares.

Em geral, em temperaturas abaixo de 14º, nosso corpo precisa manter a temperatura corporal ideal (que pode variar de 36º C a 36,7º C) e nesse processo liberar hormônios (da família da adrenalina), o que pode levar à diminuição do calibre dos vasos sanguíneos. Como consequência, o coração vai ter que fazer mais força para bombear o sangue. Outra razão que explica o aumento da pressão sanguínea é que, no frio, sentimos menos sede, bebemos menos água, o que faz com que fiquemos desidratados. Com isso, o sangue fica ainda mais denso, com difícil coagulação, o que contribui ainda mais para o aumento da pressão sanguínea. Por isso, idosos, hipertensos, diabéticos, obesos devem ficar muito atentos no inverno e evitar a exposição prolongada às baixas temperaturas.

Quais cuidados devem ser tomados?

No caso de idosos, é importante e necessário ajustar a dose de medicação no inverno. Por isso, é recomendado que pessoas nessa faixa etária procurem seu médico para uma reavaliação da medicação. Outro cuidado essencial é tomar a vacina contra a gripe. No inverno, os casos de gripe e doenças respiratórias são mais comuns e provocam inflamação nos vasos sanguíneos. Essas inflamações podem provocar ruptura da placa de colesterol e consequente coágulo nos vasos, danificando o músculo cardíaco e aumentando as chances de infarto. Um recado que pode ser dado para toda a população, seja no inverno ou qualquer estação, e não só para idosos, é procurar ter hábitos saudáveis de vida, alimentação balanceada, praticar atividades físicas, ter qualidade no sono, diminuir a carga de stress e manter o peso ideal.